Governo Federal alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya

13/6/2018

 

O Ministério da Saúde divulgou na última semana os dados do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti  (LIRAa) e a situação é de alerta. Segundo o Governo, 22% dos municípios brasileiros (mais de 1,1 mil cidades) apresentaram índices elevados de infestação do mosquito que é vetor da dengue, zika e chikungunya.

 

De acordo com o LIRAa, além dos mais ¼ dos municípios em situação de risco, o levantamento inclui mais 2 mil cidades em alerta. Os resultados, como aponta o Ministério da Saúde, reforçam a necessidade de intensificar imediatamente as ações de prevenção contra a dengue, zika e chikungunya e ações de combate ao vetor precisam ser intensificadas.

 

Apesar do alerta, neste ano (de janeiro a abril/2018) os registros de dengue em todo o Brasil tiveram uma redução de 20% - nos casos prováveis no mesmo período, com 101.863 casos notificados. Zika teve uma redução de 70%,  com os casos chegando a 3 mil notificações e chikungunya com uma redução de 65%, com com quase 30 mil casos notificados.